Saúde

No município de Antônio Olinto o setor da saúde é administrado pelo Departamento Municipal de Saúde, sob a responsabilidade da diretora Arlete Aparecida Veiga Oliva, na Gestão Plena de Atenção Básica. Nessa gestão, o departamento trata de assuntos relacionados aos serviços de reabilitação e tratamento de doenças, utilizando uma política de recursos humanos, ações assistenciais e de vigilância sanitária, visando a melhoria do atendimento à população antoniolintense.

 

Contando com 6 unidades básicas, sendo 1 na zona urbana e 5 na rural, Antônio Olinto possui 50 profissionais cadastrados em seu quadro de recursos humanos. Desse total, 6 são médicos,  2 enfermeiros, 6 técnicos de enfermagem, 7 auxiliares de enfermagem, 4 odontólogos, 2 auxiliares de Odontologia, 16 agentes comunitários, 1 farmacêutico, 2 agentes de vigilância sanitária, 1 agente para a dengue, 2 técnicos-administrativos e a diretora do Departamento Municipal de Saúde. Na unidade urbana, que recebe o nome de Centro Social Rural, atuam 29 funcionários. Nesse local, as principais atividades realizadas são: o pronto-atendimento, plantão 24h, agendamento de consultas e exames, consultas com dentistas, farmacêuticos, nutricionistas, psicólogos, fisioterapeutas e clínicos gerais, emissão do cartão do Sistema Único de Saúde – SUS, e ações da vigilância sanitária. Após a consulta inicial, os casos que necessitam de maiores cuidados são encaminhados aos hospitais e clínicas conveniados em municípios vizinhos.

 

Na zona rural, as 5 unidades restantes estão distribuídas pelos bairros de Água Amarela de Baixo, Água Amarela de Cima, Butiá, Imbuial e Lagoa da Cruz. Nesses postos, são realizados atendimentos relacionados à vacinação, coleta para exames ginecológicos e para prevenção ao câncer de mama, procedimentos de enfermagem, atendimento médico uma vez por semana e odontológico duas vezes.

 

Para o atendimento de casos de maior gravidade, o município estabeleceu convênios com o Hospital e Maternidade Dr. Paulo Fortes, em São Mateus do Sul (PR), para internações, cirurgias e exames de raio-x; o Hospital e Maternidade Angelina Caron, de Campina Grande do Sul (PR), consultas com médicos especializados, exames e cirurgias); Hospital do Trabalhador (realização de biópsias); Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale Iguaçu – CISVALI (atendimentos de emergência); a Policlínica do Dr. Roberto Schmidt (consultas ortopédicas); Ecoclínica Dr. Clóvis Ledur (realização de ecografias) e o Laboratório de Análises Clínicas Avenida.

 

Com relação aos programas de saúde, o município participa do federal Brasil Sorridente, voltado à saúde bucal, com uma equipe e cobertura de 89% da população; de humanização do parto com 56 pré-natais completos entre as 90 gestantes cadastradas em 2009; o Saúde da Família, com uma equipe realizando a cobertura de 45% da população; o Programa Nacional de Imunização; e o Sistema de Vigilância Nutricional – SISVAN, que apontou dentre as 563 crianças menores de 5 anos cadastradas em 2009, 35% estão com peso adequado e 3% acima do ideal, enquanto 38% estão com estatura adequada e 0,5% muito abaixo do normal.

 

Entre os programas municipais está o Tratamento Fora do Domicílio – TFD, que realiza a marcação das consultas em outros municípios; o Farmácia Básica (remédios gratuitos para pacientes com doenças mentais, hipertensão, diabetes ou do programa de Planejamento Familiar); programa para compra de remédios em farmácias comerciais ou através da Regional de Saúde, programa para tratamento de doenças epidemiológicas (tuberculose, doenças sexualmente transmissíveis e hanseníase), cadastramento para o cartão SUS, Atenção ao Diabético e Hipertenso, Saúde Bucal, Saúde da Mulher, Combate à Dengue, Combate às Carências Nutricionais e de Planejamento Familiar (aconselhamento, distribuição de métodos anticoncepcionais, entre outros).

 

Fonte:  Material fornecido pela Prefeitura Municipal de Antônio Olinto; Portal online do Ministério da Saúde do Brasil.