Turismo

O município de Antônio Olinto tem sua atividade turística voltada aos segmentos do turismo religioso, cultural, histórico, ecológico e de negócios e eventos. Apesar de possuir atrativos para todas essas áreas.

 

No segmento religioso, o município é centro de romarias durante o terceiro domingo do mês de novembro. Nessa data, diversos visitantes chegam a Antônio Olinto para acompanhar a romaria de Nossa Senhora dos Corais e assistir a missa na Igreja de Nossa Senhora da Imaculada Conceição (também conhecida como Igreja de Nossa Senhora dos Corais), rezada conforme os rituais dos primeiros imigrantes ucranianos. Após a missa, os fiéis seguem para a gruta de Nossa Senhora de Lourdes, ao lado da igreja, para realizar a benção da água, e iniciam-se os festejos com pratos da culinária ucraniana e apresentações culturais. Além disso, há ainda os festejos em homenagem a São José, padroeiro do município, com quermesse, música, dança e churrasco, no dia 19 de março. Fora esses eventos, o local guarda ainda dois monumentos religiosos: o cedro, fixado no espaço onde foi realizada a primeira missa, e a imagem de Nossa Senhora dos Corais, confeccionada com pedras preciosas como diamantes, pérolas e esmeraldas pelo padre João Michalczuk.

 

Para os interessados em turismo histórico, os principais atrativos antoniolintenses são os prédios construídos pelos primeiros colonizadores do município, especialmente os de descendência ucraniana. Duas dessas edificações têm origem religiosa, a Igreja de Nossa Senhora da Imaculada Conceição (conhecida também como Igreja de Nossa Senhora dos Corais ou Igreja Ucraniana), construída em 1902 com base na arquitetura bizantina, possuindo sete cúpulas e tendo sido tombada como Patrimônio Cultural do Paraná; e a Capela de Nossa Senhora Aparecida, construída no ano de 1938 e reinaugurada em 1980, após seis anosem reformas. Noaspecto cultural, há a Casa da Cultura Lizete de Fátima de Pauli, com um acervo formado por objetos e fotos que representam a história de Antônio Olinto e seus primeiros habitantes. Outros locais ainda preservados são as casas de antigos colonos como, por exemplo, a Casa Baluta, Casa Conrrado, Casa Karpovicz, Casa Koseliski, Casa Martinhak, Casa Peramida, Casa Romankiv, Casa Sanduin e a Casa Trzaskos.

 

A região de Antônio Olinto possui uma área natural pouco explorada pela atividade turística, mas há seis cachoeiras que servem para momentos de lazer e apreciação da natureza. Entre essas estão a Cerro Lindo, a da Movax, Kinhagem e a Pedroso. Além dos atrativos naturais e culturais, outro destaque do município é a oportunidade que os visitantes têm para provar pratos típicos das gastronomias polonesas e ucranianas, como a borcz (uma sopa com hortaliças e costela de porco), o haluske ou holopti e o doce rogalhke.

 

Visando o desenvolvimento do turismo na localidade, a Prefeitura criou o Departamento Municipal de Turismo, que atende também como posto de informações turísticas. O departamento é o órgão designado para a realização de melhorias nos atrativos já existentes, na estruturação dos com potencial turístico e também pela promoção da localidade. Entre seus projetos encontra-se o de investimentos em fazendas locais, buscando transformar Antônio Olinto em um importante centro para o turismo rural.